A Sociedade Portuguesa de Ciências em Animais de Laboratório (SPCAL) é uma associação privada, sem fins lucrativos, constituída por pessoas cujas actividades estão relacionadas com ciências em animais de laboratório.

A SPCAL visa padronizar e optimizar o uso de animais de laboratório, no sentido da promoção do bem-estar e saúde do animal, bem como patrocinar colaborações e abordagens interdisciplinares entre os profissionais envolvidos em ciência com animais de laboratório. Por outro lado, é também propósito desta Sociedade implementar e divulgar os princípios éticos e comportamentais que devem acompanhar o uso de animais de laboratório para fins científicos.

Em Outubro de 2000, realizou-se o 1st Symposium on Laboratory Animal Science, que teve a duração de 3 dias e juntou em Coimbra 137 participantes provenientes dos mais diversos pontos do país. Foi durante esta reunião e sob o incentivo de alguns membros da Sociedade Espanhola de Ciências em Animais (SECAL), que a ideia “SPCAL” nasceu.

O nascimento desta nossa associação científica ocorreu a 18 de Dezembro de 2003, quando 19 membros fundadores assinaram a constituição da SPCAL. A 1ª Assembleia Geral da SPCAL teve lugar a 25 de Outubro de 2004, precedida por um colóqui subordinado ao tema “Possibilidades e Limites da Experimentação Animal: o Problema à Luz da Ciência, Ética e Lei”. Mais tarde, a 7 de Novembro de 2005, os estatutos iniciais seriam revistos e aprovados na forma actual.

Um ponto alto da vida da nossa associação (talvez o mais alto) foi o da realização, em Junho de 2009, do 1st SPCAL Meeting, a 1ª Reunião Científica Internacional organizada pela SPCAL, que teve lugar em Lisboa e contou com a participação de 103 pessoas. O sucesso deste evento veio consolidar a implementação da SPCAL enquanto organização de referência na área das ciências em animais de laboratório em Portugal e no Estrangeiro.

Uma das apostas fortes da SPCAL tem sido a formação de investigadores, técnicos, alunos e profissionais em geral para o uso adequado de animais de laboratório. Com efeito, desde 2005, a SPCAL tem estado regularmente envolvida na organização de vários cursos, teóricos e práticos, tanto em nome próprio como em colaboração com diversas Instituições. Algumas destas acções foram verdadeiramente pioneiras em Portugal, caso do 1st Course on Small Laboratory Animals Science, o primeiro curso modular em Portugal e o primeiro a incluir um módulo completo de bioestatística. Outros exemplos são o curso Fish in Experimental Research, o primeiro dedicado exclusivamente a peixes; o Experimental Design Workshop; e, mais recentemente, o Principles Of Surgery And Catheterization Techniques In The Rat, organizado primeiramente como workshop satélite do 1st SPCAL Meeting, em 2009, e com periodicidade anual desde essa altura. A SPCAL lança agora o seu curso teórico online, para candidatos à obtenção da Categoria B de acordo com as normas da FELASA. Recorrendo ao e-learning, a SPCAL pretende alcançar todos os potenciais interessados em Portugal, independentemente da sua localização geográfica, facilitando a formação aos candidatos e às suas Instituições.

A SPCAL tem colaborado com a Direcção Geral de Veterinária (DGV), por exemplo, no desenvolvimento de critérios para acreditação de pessoas que trabalham com animais para fins científicos. Esta parceria constitui um elo de ligação entre o contingente de investigação científica e as autoridades oficiais, o qual esperamos se mantenha e venha a consolidar no futuro.  

A nível Europeu, a SPCAL é membro da Federation of European Laboratory Animal Science Associations (FELASA), tendo representação no seu Conselho de Direcção. Para além de ter um papel activo nas reuniões deste Conselho, a SPCAL tem estado também representada nalguns Grupos de Trabalho da FELASA, contribuindo deste modo de forma directa para a harmonização das políticas europeias de bem-estar e saúde animal, ao mesmo tempo que permite adequar tais políticas à realidade portuguesa.

Direcção da SPCAL.

Registo na página SPCAL

O registo é rápido e permite-lhe acesso a conteúdos exclusivos e reservados para utilizadores cadastrados na página da Sociedade Portuguesa de Ciências em Animais de Laboratório.

Efetuar registo